Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir no Sesc em São Paulo

A atriz Fernanda Montenegro, 94, escolheu um texto de Simone de Beauvoir para celebrar os 80 anos de carreira em São Paulo após enorme sucesso no Rio de Janeiro.

Por Joel Cirilo Barakah em 10/06/2024 às 16:56:19

A atriz Fernanda Montenegro, 94, escolheu um texto de Simone de Beauvoir para celebrar os 80 anos de carreira em São Paulo após enorme sucesso no Rio de Janeiro. Com dramaturgia e direção da própria Fernanda Montenegro, o monólogo traz uma compilação de pensamentos da filósofa francesa, baseada na obra “A Cerimônia do Adeus”, de 1981. A leitura dramática explora a importância do pensamento de Simone de Beauvoir para o feminismo e a relação da intelectual com Jean-Paul Sartre, com quem a escritora viveu uma história de amor. “Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir” estreia no dia 20 de junho no Sesc 14 Bis, unidade na região do bairro Bela Vista aberta no ano passado, e fica em cartaz até o dia 21 de julho.

No ano passado, Fernanda Montenegro fez a primeira leitura e direção do texto na Academia Brasileira de Letras (ABL), da qual é ocupante da cadeira 17 desde 2021. “Seguiram duas apresentações no Teatro Poeira, já com aceitação total da plateia. Quando dessa leitura, trechos de outras obras dessa importante feminista e escritora já estavam incluídos nessas apresentações. Ao ler, no palco, Simone de Beauvoir, nós nos conscientizamos da liberdade que essa Mulher se impôs e propôs a todas as gerações que a sucederam”, relatou a atriz.

Fernanda contou, por meio de uma nota, ter tido seu primeiro contato com o pensamento de Beauvoir na juventude. “Minha aproximação com a obra de Simone de Beauvoir vem desde quando eu tinha 20 anos. Essa fundamental feminista é uma personalidade referencial na minha geração”, disse. “O espetáculo, baseado em uma de suas obras, proposto a mim em 2007 por Sérgio Britto, já com a saúde extremamente debilitada, não se realizou”, relatou. Britto morreu em 2011, aos 88 anos.

No entanto, a vontade de encenar a obra se fortaleceu após a morte do ator e diretor. “A ideia permaneceu em mim através de outra criação de Simone de Beauvoir – ‘A Cerimônia do Adeus’. Organizei rigorosamente essa importante obra durante dois anos. Texto pronto, Bonarcado Produções Artísticas e Carmen Mello levaram à cena essa adaptação com o título de ‘Viver Sem Tempos Mortos’. Encenação referencial de Felipe Hirsch. Direção de Arte importante de Daniela Thomas e Iluminação plena de Beto Bruel”, afirmou Fernanda.

Segundo o diretor do Sesc São Paulo, Luiz Deoclecio Massaro Galina, o “Sesc celebra a oportunidade de democratizar o acesso de diversos públicos ao encontro entre uma das expoentes das artes brasileiras, e uma das principais pensadoras do século XX, sobretudo devido o potencial das manifestações culturais para estimular reflexões tocantes à experiência humana”.

Saiba mais

“A Cerimônia do Adeus”, de 1981, conduz a apresentação no qual a atriz, sem personificar Beauvoir, conta apenas com óculos, uma mesa, uma cadeira, trilha sonora e iluminação para dramatizar o texto. Trechos de outras obras de Beauvoir também foram incluídos pela artista, que empresta sua experiência íntima para mostrar o impacto do pensamento da filósofa para gerações de mulheres.

O livro, publicado no Brasil pela editora Nova Fronteira, também é um texto importante no catálogo de Beauvoir. “A Cerimônia do Adeus” traz, no cerne, a relação da pensadora com o filósofo Jean-Paul Sartre. O casal gerou polêmicas, mas era símbolo da liberdade e do pensamento existencialista no século 20. Os dois viveram um relacionamento aberto até a morte do filósofo, em 1980.

A obra escolhida por Fernanda é um relato de Beauvoir sobre os últimos anos de vida de Sartre e é dividida em duas partes. A pensadora traz reflexões do filósofo acerca de temas sensíveis, como a velhice e a morte. Na primeira parte, a filósofa francesa mostra seu diário pessoal, além de testemunhos que colheu. Na segunda, amplia suas reflexões com uma série de entrevistas com Sartre.

Ingressos

As vendas para as sessões de “Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir” no Sesc 14 Bis começam nesta terça (11), às 17h. Os ingressos serão vendidos no aplicativo Credencial Sesc e no site da instituição. A partir de quarta (12), às 17h, será possível comprar as entradas presencialmente, em qualquer unidade do Sesc. Os valores vão de R$ 18 (credencial plena) a R$ 60 (inteira).

Serviço

Fernanda Montenegro lê Simone de Beauvoir

Quando: De 20/6 a 21/7. Quintas a sábados, 20h; domingos, 18h
Ingressos: Venda online de ingressos a partir de 11/6, às 17h, pelo aplicativo Credencial Sesc e pelo site centralrelacionamento.sescsp.org.br. Venda presencial a partir de 12/6, às 17h, em todas as unidades do Sesc São Paulo.
Quanto: R$ 60 (inteira); R$ 30 (meia) e R$ 18 (credencial plena)
Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 75 minutos
Local: Sesc 14 Bis (Teatro Raul Cortez, 2º andar) – R. Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista

Fonte: JP

Comunicar erro

Comentários